Não é porque é feito na web que tem que ser feito de qualquer jeito.

23/07/2017

# Resenha Seriado - Hannibal




Ain meu deus do céu!
Para tudoooo.
Eu estou empolgada por fazer essa resenha, porque é a minha primeira resenha de seriado e eu venho trazer pra vocês uma série pra quem gosta de terror super, hiper, mega, fodastica.
Eu sempre digo que quando se trata te terror ele tem alguns pontos que  vai te fazer:
1 - Sentir nojo.
2 - Pegar nojo das coisas, principalmente de comida.
3 - Te deixar com insônia.
4 - Com medo.
Acho que a maioria sabem meu gosto por terror/horror não é mesmo? Sabem que adoro uma boa matança com tripas pra todo lado e sangue escorrendo por todos os lados, não sabem? E de como é difícil me impressionar é me deixar com medo ou enjoada? 

Há isso era antes dessa serie maravilhosa. A série de hoje não é uma série novinha, ela já tem algumas temporadas se não me engano são 2 completas e 1 em andamento.
Se você é sensível não deve ler essa resenha porque contém algumas mortes que existem no seriado. – Greyce Sploier? – Nops você vê o que está aqui em qualquer lugar se for pesquisar sobre a série. Bora lá que meus dedos estão coçando pra escrever sobre um serial Killer super inteligente e ardiloso. – Não vou dizer bonito e gostoso porque não gosto dele.
Hannial – hoje é o nosso tema.
Assassino palheta de cores

Quem nunca ouviu falar sobre o psiquiatra e assassino em série Dr. Hannibal Lecter. – Isso mesmo aquele doido canibal.- No seriado, descobrimos o começo desta história incrível. – Eca Gre incrível? Sim, incrível para quem ama terror esse filme/seriado é um prato cheio. – opa desculpe o trocadilho.
Vamos falar dos nossos personagens?

 
Will Graham - Hugh Dancy – ex detetive de homicídios se transformou em um talentoso fornecedor de perfis criminosos – saca aqueles caras fodas que só de olhar para corpo sabe como foi que o assassino o matou?- Que está em busca de um serial killer, com a ajuda do FBI. Will tem uma forma única de pensar ele tem habilidade de ter empatia com qualquer um – até mesmo por psicopatas. - Ele parece saber o que os afeta e entrar na cabeça deles e fácil.
Bem Will é um cara bem peculiar – com isso quero dizer bem esquisito. – Porque Greyce? Bem ele é esquisito na forma como ele age em relação aos assassinatos, ele fica sozinhos nas cenas dos crimes e se coloca no lugar do assassino tendo assim uma visão exata de como sua vitima morreu. – Viu só como e esquisito, imagina você se ver como o assassino saber como você enforcou a vitima, ou quebrou seu pescoço ou a empalhou em chifres de alces?

Mas Will tem uma certa dificuldade com o assassino que está procurando, sua mente e estranha ele e ardiloso, esperto e nunca, eu disse nunca deixa pistas, como entender uma mente tão sádica assim? Will então busca pela ajuda do Dr. Lecter – um dos maiores psiquiatras do país. - Armado com o conhecimento do brilhante doutor, Will e Hannibal – conhecido apenas pelo publico como o assassino. - formam uma parceria brilhante, na qual nenhum vilão escapa.
Mas algo nessa parceria dá errado e Will e acusado de ser o serial killer.

Doutor Hannibal Lecter – Mads Mikkelsen - nosso assassino. - Hannibal era um incrível cirurgião, mas devido a um ataque que recebe ele resolve entender a mente humana indo para a área da psiquiatria.
Hannibal é um cara muito sociável, dono de uma grande personalidade, amigos de todos e um excelente cozinheiro, ele ajuda o Will a não só tentar pegar o assassino em série – que e ele mesmo- como ajuda a pegar outros malucos que aparecem durante a série.
Só que Hannibal não é tão bom assim... Pois é maníacos Hannibal começa a fazer experiências com Will que está gravemente doente, fazendo ele perder a noção do tempo tendo incríveis apagões , fazendo ele achar que matou algumas pessoas, mas o que Hannibal não esperava é que o Will sentisse que não era ele a fazer essas coisas e suspeitar dele.


Jack Crawford - Laurence Fishburne - é o nosso chefe da Unidade de Ciência Comportamental do FBI, - apesar de adorar o ator detesto esse personagem - depositou toda a sua confiança em Will como assessor para deter um dos assassinos em série mais cruéis. 
Tudo mudou quando a evidência apontou que o Will era o culpado, e ele mesmo o prendeu. – por isso detesto ele. – Mas Gre estava antando pra ele os assassinatos. Sim concordo mas esse cara vai muito por aparências, convenhamos olhem o Hannibal e olhem o Will em quem vocês colocariam a culpa? Não é só por isso que não gosto dele Jack não esta nem ai para seus funcionários, ele sabe que Will não está bem e insiste nele, outra personagem faz algo errado, ele sabe e a acoberta coisa que causa sua morte. Ele não ve nada de errado se o assassino for preso. 
Jack tem uma esposa a qual tem câncer nos pulmões – não ela não fuma, sim é possível ter câncer no pulmão sem fumar.
Destaque nessa foto. Sim e um totem humano, primeira vitima foi morta a 40 anos atrás. Esse assassino é muito paciente não é mesmo?

 Alana Bloom - Caroline Dhavernas - Professora de psicologia, consultora do FBI. Bem ela tem uma quedinha pelo Will, mas logo passa porque ela acha ele instável – detesto ela. - Apesar de todo mundo pensar que Will cometeu os crimes de Hannibal, Alana acha que ele é inocente e se tornará uma aliada para provar isso. Até um certo ponto, oorque ela acaba se envolvendo com Hannibal – Ordinária. – Só acredita nele quando uma armadilha e feita e ela percebe quem realmente e Hannibal.

Durante a série existem mais personagens, - Abigail Robson vitima, Beverly Katz especialista em fibras, Bedelia Du Maurier ex psiquiatra -  mas se eu for ficar falando um por um aqui não acabo mais, a série é bem legal, os detalhes das mortes, o jeito como montam cenas de crimes – corpos pendurados, servindo de colmeia de abelhas, outros sendo instrumentos para serem tocados, outros fazendo alusão em anjos – Tudo exatamente tudo e muito legal de se ver porque apesar de serem tripas e afins você não encontra erros nas cenas, a pessoa que fez o trabalho de continuidade, a equipe de montagem de cenas trabalharam excelentemente. 
A história é muito bem estruturada, os personagens cativantes, ou não né Hannibal preparando as refeições com partes humanas são extremamente lindas – vai ai um mocotó de joelho humano? – São cenas que nos cativam por causa de detalhes.


A riqueza que existe nesse seriado supera as expectativas dos telespectadores, se você gosta desse tipo de história vele muito a pena ver, por causa da trama, dos personagens, dos efeitos especiais, tudo, tudo conspira favoravelmente nessa belíssima obra.

 Fuja de alguns preconceitos que você possa ter assista eu te garanto que apesar de nojento – eu não acho, mas muito acham- a série e bem bacana de se ver.


0 comentários:

Postar um comentário